Projetos Iniziare

Como Montar Fábrica de Queijo Provolone Caseiro

Planta Baixa e Projeto de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro

PARA SABER MAIS SOBRE Fábrica de Queijo Provolone Caseiro - CLIQUE AQUI


Como Montar uma Empresa de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
Plantas | Projetos | Layout |
Lista de Equipamentos | Lista de Fabricantes de Equipamentos
Ligue para 35.99730.7627 | Whatsapp 35.99730.7627

Setores



Plataforma de recepção de leite
Laboratório
Sala de fabricação
Depósito de condimentos
Câmara fria
Embalagem
Expedição
Caldeira
Escritório
Sala da Inspeção
Banheiros
Vestiários
Refeitório

contém



Conteúdo deste Projeto Modelo Ebook Editável em dwg

Projetos DWG e RVT em 2D e 3D, CAD, para arquitetura e engenharia.

Modelo apropriado para ser utilizado por desenhistas, engenheiros, arquitetos e designers na fabricação de projetos e plantas.

Consulte sobre cada um dos itens:

  1. PLANTA BAIXA DE FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO

  2. CORTES / FACHADA / SITUAÇÃO

  3. LAYOUT DAS MÁQUINAS DE FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO

  4. LISTA DAS MÁQUINAS DE FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO

  5. LISTA DOS FABRICANTES DE MÁQUINAS DE FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO

  6. PLANTAS 2D FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO EM DWG

  7. PLANTAS 3D FáBRICA DE QUEIJO PROVOLONE CASEIRO EM JPG

Capacidades



Temos Ebooks Editáveis com várias capacidades. Escolha uma das opções:

Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 100 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-153


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 200 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-154


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 500 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-155


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 1.000 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-156


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 2.000 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-157


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 5.000 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-158


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 10.000 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-159


Fábrica de Queijo Provolone Caseiro com Capacidade de Produção de 20.000 kg por dia

Código deste Ebook Editável: LTC-A-160


opcionais



Opcionais

  1. PLANTA 3D EM JPG
  2. PLANTA 3D EM RVT
  3. PROJETOS COMPLEMENTARES
    Projeto Hidráulico de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    Projeto Hidrosanitário de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    Projeto ABCV CLCB Bombeiros Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    Projeto Elétrico de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    Projeto Estrutural de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    Licença Ambiental de Fábrica de Queijo Provolone Caseiro
    PROJETO DE INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS

informações



Para maiores informações

Ligue para 35.99730.7627 Whatsapp

ou envie uma mensagem por

Whatsapp 35.99730.7627

ou pelo formulário

 

PARA SABER MAIS SOBRE Fábrica de Queijo Provolone Caseiro PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO:



 

 

 

 

 

OUTROS PROJETOS



Fábrica de Queijo Provolone Caseiro

MAIS PROJETOS DO SITE



Provolone é um queijo curado / semi-duro, em conformidade com a Norma Geral para Queijos ( 283- 1978). O corpo tem uma cor quase branca ou marfim, até amarelo claro ou amarelo e uma textura fibrosa com fibras de proteína de orientação paralela de cadeia longa. É adequado para cortar e, quando envelhecido, também para ralar. Furos de gás geralmente estão ausentes, mas poucas aberturas e divisões são aceitáveis. A forma é principalmente cilíndrica ou em forma de pêra, mas outras formas são possíveis. O queijo é fabricado e vendido com ou sem uma casca, que pode ser revestido. Para Provolone pronto para consumo, o processo de amadurecimento para desenvolver sabor e características corporais é normalmente a partir de 1 mês a 10–20 ° C, dependendo da extensão da maturidade necessária. Amadurecimento alternativo condições (incluindo a adição de enzimas que aumentam a maturação), desde que o queijo exibe propriedades físicas, bioquímicas e sensoriais semelhantes às alcançadas pelos procedimento de amadurecimento. Provolone destinado a processamento adicional e Provolone de pesos baixos (<2 kg) precisam não exibir o mesmo grau de maturação quando justificado por necessidades técnicas e / ou comerciais. Provolone é produzido pelo processamento de "macarrão filata", que consiste na coalhada de aquecimento com um valor de pH adequado, amassar e esticar até que a coalhada fique lisa e sem grumos. Ainda quente, a coalhada é cortada e moldado e firmado por resfriamento em água gelada ou salmoura. Outras técnicas de processamento, que dão fim são permitidos produtos com as mesmas características físicas, químicas e organolépticas. 3. COMPOSIÇÃO ESSENCIAL E FATORES DE QUALIDADE 3.1 Matérias-primas Leite de vaca ou de búfalo ou suas misturas e produtos obtidos com esses leites. 3.2 Ingredientes permitidos - Culturas iniciais de ácido lático inofensivo e / ou bactérias produtoras de sabor e culturas de outras microrganismos inofensivos; - Coalho ou outras enzimas de coagulação seguras e adequadas; - cloreto de sódio e cloreto de potássio como substituto do sal; - Enzimas seguras e adequadas para melhorar o processo de amadurecimento; - Auxiliares de processamento seguros e adequados; - Água potável; - Farinhas e amidos de arroz, milho e batata: Não obstante o disposto na Norma Geral para queijo ( 283-1978), essas substâncias podem ser usadas com a mesma função que o antiaglomerante agentes para o tratamento da superfície de produtos cortados, cortados em fatias e triturados, desde que adicionados apenas em quantidades funcionalmente necessárias, conforme regidas pelas Boas Práticas de Fabricação, levar em consideração qualquer uso dos agentes antiaglomerantes listados na Seção 4. 1 Isso não significa que a casca tenha sido removida antes da venda; em vez disso, o queijo foi amadurecido e / ou mantido de tal maneira que nenhuma casca é desenvolvida (um queijo "sem casca"). O filme de amadurecimento é usado na fabricação de cascas queijo. O filme de amadurecimento também pode constituir o revestimento que protege o queijo. Para queijo sem casca, veja também o Apêndice à Norma Geral para Queijo ( 283-1978). 272-1968 3 3.3 Composição Componente do leite Mínimo conteúdo (milímetros) Conteúdo máximo (milímetros) Nível de referência (milímetros) Gordura do leite em pó matéria: 45% Não restrito 45% a 50% Matéria seca: Dependendo da gordura no conteúdo de matéria seca, conforme tabela abaixo. Gordura com teor de matéria seca (m / m): quantidade mínima seca correspondente conteúdo da matéria (m / m): Igual ou superior a 45%, mas menor de 50%: 51% Igual ou superior a 50%, mas menor de 60%: 53% Igual ou superior a 60%: 60% Modificações composicionais além dos mínimos e máximos especificados acima para gordura e matéria seca do leite são não considerado em conformidade com a Seção 4.3.3 da Norma Geral para Uso de Laticínios ( 206-1999). 3.4 Características essenciais de fabricação Os principais microrganismos da cultura de iniciação são Lactobacillus helveticus, Streptococcus salivarius subsp. thermophilus, Lactobacillusdelbrueckii subsp. bulgaricus e Lactobacillus casei. 4. ADITIVOS ALIMENTARES Apenas as classes de aditivos indicadas como justificadas na tabela abaixo podem ser usadas para as categorias de produtos Especificadas. Agentes antiaglomerantes, cores e conservantes utilizados de acordo com os quadros 1 e 2 do A norma geral para aditivos alimentares ( 192-1995) na categoria de alimentos 01.6.2.1 (queijo amadurecido, inclui casca) e apenas certos reguladores de acidez, agentes antiaglomerantes e cores da Tabela 3 são aceitáveis para uso em alimentos em conformidade com esta norma. Classe funcional aditiva: uso justificado Tratamento de superfície / casca de massa de queijo Cores: X (a) - Agentes de branqueamento: - - Reguladores de acidez: X - Estabilizadores: - - Espessantes: - - Emulsificantes: - - Antioxidantes: - - Conservantes: X X Agentes espumantes: - - Agentes antiaglomerantes: - X (b) (a) Apenas para obter as características da cor, conforme descrito na Seção 2. b) Apenas para a superfície de queijo fatiado, cortado, picado ou ralado. X O uso de aditivos pertencentes à classe é tecnologicamente justificado. - O uso de aditivos pertencentes à classe não é tecnologicamente justificado.